O Pré-Natal Odontológico evita o aparecimento de doenças que afetam a saúde da mãe e do bebê.

Ao fazer um pré-natal odontológico você estará prevenindo problemas bucais que podem gerar doenças sistêmicas, causando desde o baixo peso do bebê, até partos prematuros.

A gestação é um estado delicado da vida de uma mulher. As gestantes constituem pacientes de temporário risco odontológico devido às mudanças psicológicas, físicas e hormonais, que criam con¬dições adversas no meio bucal.

A gravidez não é responsável pelo surgimento de cáries ou doenças gengivais, pois não ocorre, como se imagina, a perda de minerais (cálcio e fosfato) dos dentes da mãe para formar os ossos ou os dentes do bebê. Normalmente, os dentes de leite se formam a partir da sexta semana de gestação e os dentes permanentes a partir do quinto mês da vida intrauterina. Por essa razão, o uso de alguns medicamentos ou infecções não tratadas podem ocasionar em problemas na dentição do bebê e não da mãe. Na realidade, o aumento das cáries nas gestantes ocorre devido a alterações nos hábitos alimentares (uma dieta mais rica em carboidratos e a ingestão de alimentos em intervalos menores) e, principalmente, pela maior formação da chamada placa bacteriana sobre os dentes. De uma forma quase inconsciente a gestante não realiza a escovação da forma adequada, pois a escova dental induz ao enjoo e isto provoca o maior acúmulo da placa sobre os dentes, causando também o sangramento da gengiva. Sangramento que pode ser um sinal de doença periodontal, que em estágio avançado pode provocar a perda de um dente saudável e gerar outras consequências que vão muito além da boca. 

Estudos têm apontado possíveis relações de risco existentes entre doenças bucais, principalmente a doença periodontal, e complicações gestacionais, como parto prematuro, nascimento de recém-nascidos de baixo peso e pré-eclâmpsia. As explicações para tais hipóteses baseiam-se no fato de a doença periodontal ser de origem infecciosa, o que poderia provocar aumento de citocinas inflamatórias no sangue materno, por liberação direta da bolsa periodontal ou por disseminação de bactérias patogênicas, induzindo sua produção sistêmica. Estas substancias em níveis altos são responsáveis por contrações uterinas.

O Pré-Natal Odontológico tem como objetivo manter ou resgatar a saúde bucal além de fornecer informações a respeito dos cuidados com a higiene bucal. Dá-se também a possibilidade de a mãe ter uma gestação tranquila e filhos saudáveis.

Consultas em cada trimestre gestacional
Consulta 1 - Check-up preventivo digital para identificar pequenos danos nos dentes, boca e gengiva e evitar futuras dores e tratamentos prolongados.

Consulta 2 - Laudo minucioso e Plano de Acompanhamento da gestante (apresentação laudo checkup e envio para o(a) obstetra, profilaxia, orientações higiene e dieta, solicitar presença de familiares nas consultas de checkup pela importância dos esclarecimentos para as pessoas que terão contato direto com o bebê).

Consulta 3 - Além dos cuidados acima para a gestante são passadas orientações de cuidados com o bebê.

O Pré-Natal Odontológico ajuda também no controle do diabetes gestacional.

Cuide Bem do mais novo sorriso de sua família!

SMILECARE
Centro Odontológico
Dra. Nivia Temponi CROMG11909
Rua Alagoas 1405 /03 Savassi
( 31)32613178