Artigos

A importância do aconselhamento para amamentação bem-sucedida

Amamentar é muito mais do que nutrir a criança. Segundo o Ministério da Saúde é um processo que envolve interação profunda entre mãe e filho, com repercussões no estado nutricional, imunológico e fisiológico da criança e no seu desenvolvimento cognitivo e emocional, além de ter implicações na saúde física e psíquica da mãe.

Contudo, apesar de todas as evidências científicas provando a superioridade da amamentação sobre outras formas de alimentar a criança até o sexto mês de vida exclusivamente, e apesar dos esforços de diversos organismos nacionais e internacionais, as taxas de aleitamento materno no Brasil, em especial as de amamentação exclusiva, estão bastante aquém do recomendado, e de acordo com várias pesquisas sobre o tema, o profissional de saúde tem papel fundamental na reversão dessa realidade.

Leia mais:A importância do aconselhamento para amamentação bem-sucedida

Gêmeos: juntos ou separados na escola?

Irmãos gêmeos têm uma ligação muito forte e passam muito tempo juntos. Segundo psicólogos, se eles convivem pouco com outras crianças, podem ficar dependentes um do outro. Então para que consigam definir a identidade, a recomendação é de que estudem em salas separadas, pois assim ampliarão as experiências com outras crianças.

Porém, essa não é uma decisão fácil para os pais, que, ainda, hesitam em separar os filhos gêmeos, uma vez que a ligação entre eles aparenta ser diferente da dos demais irmãos, mais forte – principalmente porque quase sempre eles tem muitas afinidades e partilham os mesmos interesses, fatos que os tornam mais unidos ainda, o que reforça a preocupação dos pais com danos emocionais, que realmente podem acontecer, em virtude da dependência estabelecida pelos gêmeos que, por vezes, ainda é incentivada pelos próprios responsáveis.

Leia mais:Gêmeos: juntos ou separados na escola?

Estimule seu bebê e reforce os laços afetivos

O estímulo do bebê começa na barriga da mamãe, mas é no nascimento que essa importante fase do desenvolvimento da criança se transforma em uma troca mágica e inesquecível para pais e filhos.

A estimulação não tem segredo. Nada mais é do que a comunicação com o bebê: verbal, sensorial e motora. Ao estimular o bebê, os pais, além de ajudarem nestes três níveis de desenvolvimento, estabelecem os laços afetivos que o acompanharão por toda a vida.

Leia mais:Estimule seu bebê e reforce os laços afetivos